Conecte-se conosco
 

Artigos

Flores e espinhos *(Cida Gomes Bressan )

Avatar

Publicado

em

Fiquei calada diante de tamanha dor

Eu estava tão envaidecida ao ter ganho uma rosa!

Sozinha me embriagava naquele perfume

Feliz por ter nas mãos algo vindo de meu amor

 

Foi quando sem querer me esbarrei nos espinhos aguçados

Fez me tremer e temer ao mesmo tempo

Tão logo vi sangrar minhas mãos, ainda segurando a flor

Meus sonhos por instantes foram arrancados

 

Aquilo não se estancava

Molhava as pétalas macias que ali eu tinha

Enquanto meu rosto suava, eu fervia por dentro

Minhas lágrimas ao suor se misturava

 

Chovia! Coloquei as mãos debaixo da goteira

Fui me acalmando e só daí percebi

As pétalas caem e ficam os espinhos

E quantos ideais deixei passar por bobeira

 

Mas. ..ainda era capaz de dar meia volta

Voltei atrás,me livrei daquilo tudo

Precisava esquecer e recomeçar

Só assim não haveria mais revolta

 

Por segundos tive que me adiantar

Que a vida precisa ser refeita

Temos capacidade para novas tentativas

Lembrar apenas do perfume ✈e voltar a amar

 

Há coisas para descobrir e fazer

É preciso ter humildade para encarar desafios

E cortar os espinhos que ficam

É crescer,assim justo poder viver!

Publicidade