Acesse nosso Facebook




Cultura

Mostra de Tarsila do Amaral faz público do Masp quase triplicar

Avatar

Publicado

no dia

Quarenta e seis anos depois de sua morte, a pintora Tarsila do Amaral (1886-1973) ainda causa furor. Sua exposição no Masp atraiu 7.200 visitantes desde a abertura entre sexta (5) e domingo (7). Na semana anterior, que corresponde ao intervalo entre 29 e 31 de março, o número de pessoas no museu foi de 2.700 pessoas.

Tarsila Popular, como é chamada a mostra, conta com cinquenta e duas pinturas e quarenta desenhos. Nesse primeiro conjunto, está a icônica Abaporu (1928), que faz parte do acervo do Museu de Arte Latinoamericano de Buenos Aires. No espaço expositivo, ainda é possível ver telas como Operários (1933), A Cuca (1924), Cartão Postal (1929) e Trabalhadores (1938).

Nesta terça (9), o Masp tem entrada grátis e funciona até às 20h, com bilheteria aberta até às 19h30. Além de Tarsila Popular, estão em cartaz as mostras Lina Bo Bardi: HabitatAcervo em Transformação – Museu de Arte Contemporânea de Chicago no Masp e Djanira: A Memória De Seu Povo. Na sala de vídeo, é possível ver uma obra de Akosua Adoma Owusu.

Publicidade

Mais lidas