Conecte-se conosco
 

Destaques

Condenado por envolvimento em apreensão de 500 kg de drogas em ‘bunker’ é preso em Capivari

Avatar

Publicado

em

A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (10) um homem condenado por envolvimento no caso do “bunker” subterrâneo descoberto em 2013 com quase 500 quilos de drogas em Piracicaba (SP). Ele foi encontrado por policiais da Unidade de Inteligência Policial (UIP) do Deinter 9 em uma casa em Capivari (SP) pouco antes das 21h.

O homem de 51 anos foi condenado em 2016 a 23 anos de prisão por tráfico de drogas, associação ao tráfico e lavagem de dinheiro. Ele estava foragido desde a época da descoberta das drogas. Após passar pelo plantão da Polícia Civil, o procurado foi levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Piracicaba.

Em outubro de 2018, a polícia já tinha localizado um dos foragidos pelo caso na zona rural de Capivari. O homem foi encontrado em um sítio quando tentava fugir por um túnel que era acessado pelo guarda-roupas do quarto dele.

Bunker de drogas

Os cerca de 500 quilos de cocaína e maconha foram apreendidos em Piracicaba (SP) durante uma operação contra o tráfico de drogas em maio de 2013. Os entorpecentes estavam escondidos em um laboratório subterrâneo, uma espécie de ‘bunker’, construído embaixo de um galpão de uma fazenda na região do bairro Tanquã.

O local, de difícil acesso, ficava em meio a plantações de eucalipto e de cana-de-açúcar distantes cinco quilômetros das margens da Rodovia Samuel de Castro Neves (SP-147), que liga Piracicaba e Anhembi (SP). Uma placa grossa de cimento separava o laboratório do piso do galpão.

A divisória, com peso estimado em quatro toneladas, era movimentada por um sistema hidráulico ativado por um motor elétrico. O local tinha até ar condicionado.

Segundo a polícia, a droga armazenada no laboratório era distribuída para todo o estado e o local era considerado um dos principais pontos de distribuição de entorpecentes em São Paulo.

A Polícia Federal (PF) informou à época que o bunker tinha sido construído, pelo menos, dois anos antes da apreensão das drogas. A conclusão foi obtida após imagens de satélite mostrarem que o prédio já estava pronto em 2011. A foto também revela montes de terra nas imediações, o que indica a construção da estrutura subterrânea usada para o refino de drogas.

Durante a apreensão de drogas, ninguém foi localizado na fazenda.

Foragido fez túnel para tentar fuga

Em outubro de 2018, a Polícia Federal prendeu um dos condenados pela participação no caso do bunker. Segundo a PF, o foragido residia com a família no sítio em Capivari, e com a chegada dos policiais, ele tentou fugir através de um túnel construído sob a casa principal, com acesso a uma mata.

O túnel media cerca de 50 metros de extensão e contava com iluminação, ventilação natural e artificial. A entrada ficava dissimulada no armário de roupas do quarto principal, segundo a polícia.

O homem estava foragido desde 2014 e tinha contra ele quatro mandados de prisão expedidos pelas Varas Criminais de Piracicaba, Capivari, Lençóis Paulista (SP) e Itapecerica da Serra (SP). As penas aplicadas somavam 38 anos e 6 meses de prisão.

Reportagem do G1