Acesse nosso Facebook




Internet

Momo é infiltrada no YouTube Kids e ensina como se matar

Avatar

Publicado

no dia

Momo é um apelido dado à escultura de uma jovem mulher com longos cabelos negros, grandes olhos, um largo sorriso e pernas de pássaro.

Desde 2018 ela começou a aparecer infiltrada em vídeos no Youtube e Youtube Kids, ensinando crianças como cometer um suícidio ou matar alguém por exemplo. O SeuJornal trouxe esta notícia no início de 2019.

Em 2018, sua imagem ficou associada a uma lenda urbana envolvendo um número de telefone do WhatsApp que envia mensagens perturbadoras para aqueles que tentam entrar em contato com ela.

Após o alerta sobre a Momo, a estranha criatura sumiu da internet por alguns meses, retornando em fevereiro de 2019, desta vez atrelada a um desafio viral que surgiu no Whatsapp.

O desafio se assemelha ao antigo “Desafio da Baleia Azul”, que foi acusado de promover suicídio e atos de violência entre crianças em todo o mundo.

Mas de onde veio essa criatura?


A imagem do momo perfil da “Momo” não é uma pessoa, muito menos um espírito. É uma escultura foi criada pela empresa japonesa de efeitos especiais Link Factory, que depois foi exposta em um museu localizado no distrito de Ginza, em Tóquio.

Chamado de ‘Vanilla Gallery’, este lugar é conhecido por fazer exposições de arte alternativas e aterrorizantes. Em 2016 eles abriram uma exposição sobre fantasmas e espectros, na qual esta escultura humanoide de “mulher-pássaro” se destacou.

Muitos visitantes foram ao local para tirar fotos com esta escultura perturbadora, que posteriormente foi utilizada por alguém para amedrontar pessoas na Internet.

Como esse mito se espalhou?


Tudo começou quando alguém compartilhou um número de telefone (+81435102539) dizendo que supostamente era um número amaldiçoado. Quando você adiciona ou entra em contato com ele, aparece a imagem da Momo.

O código (+81) indica o telefone pertencente a alguém no Japão, e a mensagem que acompanha o perfil da Momo é “人 々 は 私 を L と 呼 び ま す” que significa “As pessoas me chamam de L”, em japonês.

O desafio não era apenas adicionar o número de telefone, mas falar com ele. Supostamente a pessoa por trás do número, que se chama “Momo”, é capaz de falar em vários idiomas e iniciar uma conversa. Vários internautas decidiram escrever para tentar a sorte, mas o que encontraram não foi nada agradável.

Entre as histórias que são contadas sobre as pessoas que escreveram para Momo, está o fato de que aparentemente essa pessoa sabia sobre suas vidas. “Momo” tinha informações sobre amigos próximos, lugares frequentes e certas atividades. Outras pessoas descreveram que receberam ameaças ou mensagens aterrorizantes.

Uma das variantes do desafio é de conversar com ela às 3:00 da manhã, que é supostamente o “horário dos demônios”. Também não se pode deixar que ‘Momo’ escreva mais de duas vezes seguidas, e também não se deve repetir as mensagens enviadas à ela. Caso contrário, você poderia sofrer uma morte terrível.

Qual o verdadeiro perigo que a Momo oferece?


Anteriormente, o maior perigo sobre a Momo seria relacionado ao roubo de dados.

Especialistas dizem que a “Momo” conseguia as informações sobre as pessoas através do seu número de telefone. Um bot cruzava as informações com as contas de mídias sociais vinculadas e então conseguia outros dados como nome, país onde mora ou mesmo seu endereço.

O real perigo por trás dessa criatura não é o fato dela ser sobrenatural, mas sim o que ela pode fazer com seus dados, que podem ser vendidos, ou usados para fazer ameaças à pessoa que está assustada. Então é importante não entrar em contato com esse número, e caso já tenha feito isso, não repassar ou continuar a conversa.

Por outro lado, o “Desafio da Momo” que iniciou em 2019, tem apresentado um risco real para crianças e está colocado os pais em alerta.

A volta da momo e a polêmica com o Youtube


A volta da momo em 2019 trouxe junto uma polêmica que envolve o Youtube, Youtube Kids e o jogo online Fortnite.

Alguns usuários começaram a relatar a presença da imagem perturbadora da Momo em alguns vídeos encontrados no site, e aparecendo em jogos.

Os vídeos denunciados começam com imagens de desenhos infantis, mas que logo começam a passar mensagens macabras, que incitam violência e até mesmo suicídio.

O Youtube lançou uma nota dizendo que não foram encontradas evidências reais do desafio em sua plataforma. Porém, a empresa encorajou que as pessoas denunciem caso encontram vídeos contendo o “desafio da Momo”.

Publicidade

Mais lidas