Acesse nosso Facebook


Região

Nº de apreensão de celulares no estômago sobe 380% nas prisões da região

SeuJornal

Publicado

no dia

O número de celulares apreendidos no estômago de visitantes aumentou quase cinco vezes entre 2017 e 2018 nos centros de detenção provisória da região de Campinas, de acordo com levantamento da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

Os números cresceram de cinco aparelhos apreendidos para 24 no ano passado, uma alta de 380%.

Apreensões de drogas sobem

O número de apreensões de drogas com visitantes em unidades prisionais também aumentou 600%, segundo dados da SAP. Foram 88 flagrantes em 2018, contra 12 no ano anterior. No mesmo período, a pasta também registrou crescimento nas tentativas de entrega de entorpecentes para detentos via correspondência: 488%.

Apreensões de drogas com visitantes

Unidade20172018
CDP Americana022
CDP Campinas425
CDP Hortolândia313
CPP Campinas01
CPP Hortolândia00
CRM Sumaré00
Penitenciária feminina Campinas11
Penitenciária II de Hortolândia218
Penitenciária III de Hortolândia28
Total1288

Fonte: SAP

De acordo com a SAP, todas as unidades prisionais do estado estão equipadas com aparelhos de raio-x, além de detectores de metal de alta sensibilidade. E, como cada vez mais scanners corporais são usados, o número de apreensões de drogas e celulares aumentou no estado.

Quando uma pessoa tenta entrar em um presídio com drogas, ela responde por tráfico de drogas e pode pegar de 3 a 15 anos de cadeia, segundo o advogado criminalista Silvio Arthur da Silva.

Publicidade

Mais lidas