Acesse nosso Facebook
     

Região

Caixão com foto do prefeito e vereadores é entregue na Câmara de Itu, SP

Avatar

Publicado

no dia

Revoltado com as mortes que vem ocorrendo constantemente nos serviços públicos de saúde de Itu, principalmente por faltas de vagas para internações, o ex-vereador Reginaldo Carlota, resolveu protestar de forma extremamente radical.

Carlota comprou um caixão de verdade, imprimiu a foto do prefeito Guilherme dos Reis Gazzola e as de 12 dos 13 vereadores da cidade, poupando apenas a única vereadora mulher do município, Maria do Carmo Piunti, colou todas no caixão, colocou uma coroa de flores em cima e foi pessoalmente na Câmara de Vereadores fazer o velório e sepultamento público dos políticos locais, na tarde desta terça-feira, durante a sessão de câmara.


Com um megafone na mão, diante de dezenas de pessoas, Carlota, seguido por alguns companheiros, desceu pela Rua Floriano Peixoto, da altura da Praça do Carmo até a Câmara dos Vereadores, carregando o caixão e paralisou a principal rua do Centro da cidade.
Ele esculachou geral com os políticos de Itu, os chamando inclusive de covardes, omissos e incompetentes.

“O prefeito de Itu é um mentiroso e não sustenta de pé o que fala sentado, se elegeu prometendo reabrir o Pronto Atendimento do Hospital São Camilo, mas não foi homem suficiente pra honrar sua palavra e agora deixa a população que o elegeu morrer a mingua”, disparou no megafone, logo no início.


Os vereadores também não foram poupados. “É vergonhoso o que esses caras fazem aí dentro, foram eleitos pelo povo, são sustentados pelo povo, mas deixam o povo morrer nas macas da UPA, por que não têm coragem de fiscalizar o prefeito e fazê-lo honrar suas promessas de campanha. Se fingem de mortos, por isso estão sendo sepultados publicamente hoje, pra população toda ver que realmente não passam disso mesmo, um bando de mortos”, fuzilou Carlota. Inúmeras lives e vídeos foram gravados do manifesto por populares e transmitidos inclusive ao vivo pelo Facebook e grupos de whatsapp.

Nenhum vereador saiu para tentar conversar ou mesmo repreender os manifestantes.


Eleito em 2016 pelo PTB, com 3168 votos, a maior votação que um vereador já fez na história de Itu, Carlota renunciou ao mandato um ano e meio depois, explicando que o fez, por que nunca aceitou fazer parte de nenhum esquema de corrupção e por conta das inúmeras e sucessivas denúncias que fez no Ministério Público Estadual e Federal, contra o prefeito, ele é quem acabou sendo prejudicado por uma verdadeira máfia política e prestes a ser cassado, preferiu renunciar para poder concorrer a algum cargo maior nas próximas eleições.

Seguido por mais de 70 mil pessoas no Facebook, o ex-vereador é considerado uma figura bastante polêmica na cidade e é famoso por “esculachar geral”, com os políticos locais.


Após o ato de repúdio, Carlota abandonou o caixão na frente da Câmara e fez a seguinte declaração: “Já que estão sendo omissos e covardes com todas essas mulheres, crianças e idosos, morrendo a mingua em Itu, fiquem com esse caixão de presente, assim terão mais um pra vender para a família da próxima vítima que vocês deixarem morrer”.